11 de set de 2013

Tamanho é documento?

Que pergunta mais cabulosa, Camila!!
Mas é uma pergunta que deve ser feita assim que o casal começa a procurar seu tão sonhado "cantinho". O tamanho deve ser considerado a partir da quantidade de pessoas, quantidade de festas/convidados em casa, quantidade de filhos do mesmo sexo, se parte do trabalho externo é feito em casa e enfim, muitas coisas entram em jogo quando o negócio é decidir o tamanho do apartamento/casa.



O casal primeiramente tem que saber seus gostos, tem gente que chama de frescura, mas eu chamo de gosto. Não é porque eu quero uma suíte master, com hidro, um closet dos sonhos e uma cama King que eu sou frescurenta, tem gente que prefere gastar em carro, e eu quero só uma casa boa.
Se você gosta de ter escritório em casa separado, mais um cômodo, se tem 2 filhos pequenos mais um, se eles forem maiores mais dois, se recebe família em casa mais 2 salas amplas, se cozinha muito é a cozinha que tem que ser grande e etc. Não adianta comprar a casa primeiro e xingar depois. É preciso ter senso crítico pra isso porque você vai gastar muito dinheiro e vai ficar muito tempo com esse bem e não tem nada melhor que a casa da gente, então tem que ser do seu jeito e as opiniões que se calem.



Claro que o sonho de todo mundo é um apartamento de frente pra praia, com 4 suítes master, 2 cozinhas, 3 salas e uma varanda gourmet que caiba um caminhão, maaaaaaas... vamos nos contentar com a realidade, Ok?
Eu e o Anderson ainda somos sozinhos, mas no dia que o contrato de compra for assinado, no outro vou começar as tentativas de ter meu pequenino e então já tenho que contar com ele pra decisão de tamanho.

Temos duas idéias em mente agora, a primeira é que devemos comprar um apartamento de 2 quartos, com uma suíte simples (me incomoda muito ter que sair do banheiro quando tem visita em casa e ir até o quarto, não dá!), pequeno, que seja barato mesmo, no máximo 220 mil para que a gente possa dar a reforma e conseguir viver nele bem uns 5 anos até ir pra minha linda suíte master... Tudo demanda tempo e dinheiro, e as condições atuais pro modo que a gente vive, somente nos permite gastar com apartamento e reforma o máximo de 320 mil, em pelo menos 5 anos de moradia. 



A segunda ideia, que mais me atrai, é de conseguir um lugar com 3 dormitórios com pelo menos uma suíte para que possamos transformar um dos quartos, que estejam lado a lado, para fazer um closet-escritório e o outro quarto para o Baby (tenho até um post em mente para mostrar como é possível fazer isso em 3D em algumas plantas da Rossi, Vesper, que são meio que padrões, aguardem eu publicar!


Claro que um apartamento/casa de 3 dormitórios é um pouco mais caro, na faixa de 250 a 300 mil, então não dá pra mexer muito com reforma porque senão eu não viajo mais, não compro no aliexpress faço mais nada da minha vida além de mexer em casa, tem que ter um meio termo e venho procurando isso na internet, um apartamento que tenha um bom custo-benefício para eu ficar nele até ter meu segundo Baby e aí quem sabe eu já consiga ter como comprar meu 4 quartos lindo.

Próximo Post: Posso derrubar as paredes da minha casa?

* A região pesquisada foi Guarulhos, SP. Em BH, MG você compra um apartamento muito pequeno com o mesmo dinheiro, Boom imobiliário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos saber o que você achou de nossa postagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...